Dalva Agne Lynch (Sarah)

Site oficial

Textos


As mãos de minha Mãe


₢Sarah D.A. Lynch



As mãos de minha Mãe
não eram macias
manicuradas
perfumadas.
As mãos de minha Mãe
tinham calos e feridas
e eram delicadas
- tão delicadas! -
no cuidadoso bordado
no trançar do cabelo
no abotoar do vestido
no fazer do pão.
As mãos de minha Mãe
- ah, as mãos de minha Mãe!
folheavam livros
livros, livros...
E se folheassem os meus?
As mãos bruxas de minha Mãe
catavam ervas
faziam chás e unguentos
curavam feridas
faziam rezas.
As mãos de minha Mãe
- ah que tenho saudades
tantas saudades
das belas mãos
de minha mãe...

fig. encontrada na net, sem autoria, "Hands"
Dalva Agne Lynch
Enviado por Dalva Agne Lynch em 08/05/2008
Alterado em 07/05/2016
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Endereço da autora na REBRA