Dalva Agne Lynch (Sarah)

Site oficial

Textos


English version after the one in Portuguese



O Corvo e a Escrivaninha
 
 
 
Perdoa-me, meu amor, mas não posso
Levar-te comigo. Retomei a mim mesma
Depois de cair no buraco fundo da Raposa.
“Mas tu poderias ficar...”, disse o Chapeleiro.
Que maravilhosa ideia! Louca e maravilhosa,
Respondeu Alice. E voltarei... “Mas então
Tu não te lembrarás”, disse o Chapeleiro.
Ah, eu me lembrarei. Como um sonho louco
Um sonho louco e maravilhoso e impossível
Eu me lembrarei, Chapeleiro, acrescido
De todas as mentiras e todas as decepções
Que meu amor voluntariamente me lançou.
Porque afinal, descobri a semelhança que há
Entre o corvo e minha escrivaninha...





English version


The crow and the desk

 
 
 
Forgive me, my love, but I can´t take you
With me as I go. I took myself back
After falling into the deep hole of the Fox.
“But you could always stay”, said the Hatter.
What a wonderful idea! Crazy and wonderful
Answered Alice. But I´ll come back…
“But you won´t remember it”, said the Hatter.
Oh, I will. Like a crazy and wonderful dream
An impossible dream, I will remember, Hatter
Together with all the lies and all the deception
My love voluntarily threw my way. After all
At last I´ve discovered what the crow and my desk
Have in common…
 
 


Illustration: Lukowiski, Alice in the forest
Dalva Agne Lynch
Enviado por Dalva Agne Lynch em 15/11/2016
Alterado em 15/11/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Endereço da autora na REBRA