Dalva Agne Lynch (Sarah)

Site oficial

Textos


Painting: Marc Chagall  - Music: Cyphered Psalms 42-43

Tradução depois do original em inglês
 
 
 

A Letter to him who hurts me
 
 
My love,
 
Why do you hurt me? You hurt yourself when you hurt me, because for every tear I drop, a drop of your own blood will fall... Can´t you see it? Why would you so hurt yourself?
 
I am here to bless you. My Keeper said He would bless those who´d bless me, but in your unfounded fears you curse me, you hurt me, despise me…
 
My love, He said He would curse those who curse me, have you forgotten? Or maybe you´ve never heard of it before. Or maybe yet you did hear it, but didn´t believe it could ever happen!
 
See? If you seek to hurt me you will succeed, and I will hurt. After all, I´m not perfect, I´m not blameless before my Keeper. But every instrument you have used to hurt me will be cut off from your hand, be it sword or quill, arrow or scroll. And if you persist, your own hand will be cut off...
 
Please, if not for my sake, please halt your hand for your own sake!
 
Love,
 
Israel
 
 
 
 

Tradução
 
 
 
Carta àquele que me fere
 
  
Meu amor, 
 
Por que estás me ferindo? Tu te feres a ti mesmo quando me feres, porque para cada lágrima que se me cai, uma gota de teu próprio sangue cairá... Não vês isso? Por que feririas a ti mesmo dessa maneira?
 
Estou aqui para te abençoar. Meu Protetor disse que abençoaria aos que me abençoam, contudo, em teu medo  infundado, tu me amaldiçoas, tu me feres, desprezas...
 
Meu amor, Ele disse que amaldiçoaria aos que me amaldiçoam, lembra? Ou talvez jamais o soubesses. Ou então soubesses, sim, mas não acreditaste que poderia ser verdade!
 
Estás vendo? Se quiseres me ferir, tu serás bem sucedido, e eu ficarei ferida. Afinal, não sou perfeita, não sou inocente perante meu Protetor. Contudo, cada instrumento que usares para me ferir será arrancado de tua mão, seja ele espada ou pena, flecha ou pergaminho. E se persistires, tua própria mão será cortada fora...
 
Por favor, se não por mim, por favor detenha tua mão por ti mesmo!
 
Com amor,
 
Israel
 
 
 

 
Dalva Agne Lynch
Enviado por Dalva Agne Lynch em 22/10/2016
Alterado em 13/09/2017
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Endereço da autora na REBRA