Dalva Agne Lynch (Sarah)

Site oficial

Textos


(versão em português abaixo da em francês)

 
HIVER II
(de “Les Grand Show des Écrivaines Brésilienes”, Ed.Yvelinedition, 2011 – Paris, France)
 
©Sarah D.A. Lynch
 
 
 
Le matin est arrivé
Avec le froid.
Le sifflement
Du vent
Déplace les feuilles
Sur le trottoir.
Mais il n´y a pas d´ombres
Dans les sombres
Où je me garde.
Le temps mort
Épies par mon fort
Derrière la fênetre
Où je me garde.
Le gris matin
Du mon chagrin
Ne comprends pas.
Mais encore je rêve
Au-delà du froid.
Avec frissons
Je verrouille les sons
Du vent.
Et je me garde.
 
 
Versão em português:

 

INVERNO II
(do livro “Les Grand Show des Écrivaines Brésilienes”, Ed.Yvelinedition, 2011 – Paris, France)
 
©Sarah D.A. Lynch
 
 
 
Amanhece escuro
em meio ao frio.
O vento em assobio
move as folhas da calçada.
Mas não há sombras
nas alfombras
em que me guardo.
Das cortinas da janela
em meu conforto
o tempo morto
espreita da calçada.
E eu me guardo.
O amanhecer pardo
nem atina.
Deste lado da cortina
ainda sonho
além do frio.
Em arrepio
tranco fora o vento.
E me guardo.
 



 
Dalva Agne Lynch
Enviado por Dalva Agne Lynch em 04/09/2016
Alterado em 08/10/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Endereço da autora na REBRA