Dalva Agne Lynch (Sarah)

Site oficial

Textos


Versão em português abaixo do original em inglês




Will-O´-Wisps
 (medieval round)


© Sarah D.A. Lynch
 
 
 
Into the deepest dark of the cold night
When all was asleep, my love would call me
As a song well-known but almost forgotten
And I followed. I followed him into the night
When he beckoned me to come, but I was lost
For the song was gone when I was awake…
 
Into the deepest dark pools of his eyes
When I was dreaming, my love would call me
As flickering lights almost hard to perceive
And I followed. I followed them into his eyes
When he beckoned me to come, but I was lost
For the lights were gone when I was awake…
 
Into the deepest dark cold of nevermore
When all is gone, no more song nor lights
As will-o´-wisps, allure me into following
And so I wait. I wait for him until that night
When he´ll beckon me to come, and I´ll follow
For song and lights will be now forevermore...
 
 
 
Versão em português
 
 

Fogos-fátuos
(ronda medieval)


 
© Sarah D.A. Lynch
 


Ao mais profundo escuro e frio da noite
Quando tudo dormia, chamava-me o meu amor
Como canção conhecida, mas quase esquecida
E eu o seguia. Seguia-o ao escuro frio da noite
Quando ele me acenava, mas então perdia-me
Pois a canção se esvaía quando despertava...
 
Ao mais profundo escuro  de seus olhos
Quando sonhava, chamava-me o meu amor
Como trêmulas luzes, quase imperceptíveis
E eu o seguia. Seguia ao escuro de seus olhos
Quando ele me acenava, mas então perdia-me
Pois as luzes se esvaíam quando despertava...
 
Ao mais profundo escuro e frio do nunca mais
Quando tudo se foi, não há mais canção ou luzes
Como fogos-fátuos, atraindo-me agora a segui-lo
Então espero. Espero por ele até a escura noite
Quando ele me acenar a segui-lo, e eu seguirei
Pois canção e luzes serão agora para sempre...

 
Dalva Agne Lynch
Enviado por Dalva Agne Lynch em 17/08/2016
Alterado em 04/11/2016
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Endereço da autora na REBRA