Dalva Agne Lynch (Sarah)

Site oficial

Textos


SOBRE O SER HUMANO

Dalva Agne Lynch


- Quem deseja tudo o que possa tirar da vida é, socialmente falando, um inútil. A pessoa útil ACRESCENTA à vida - o parasita tira tudo o que pode.

- Quem aceita a realidade como ela é, aceita por uma de três razões: um, porque a realidade deles é despreocupação e curtição, enquanto outros batalham e trabalham; dois, porque são acomodados; três, são masoquistas. O homem de valor é guerreiro, e não aceita as coisas como elas são: ele batalha para que elas mudem, e para o bem de todos.

- É impossível aprender uma lição de um erro sem sentir o peso da culpa. Quem deixa os erros escorrerem pelas costas como água em pena de pato NUNCA aprenderá a não repetir o mesmo. É a convicção que torna o homem diferente dos outros seres viventes, não o condicionamento pavloviano. O néscio só não faz algo porque pode se dar mal. O homem superior não faz algo porque sua honra e dignidade não suportam o peso de uma consciência pesada.

- Ninguém aprende lições de vida dando risada. Todas as maiores líções dos Mundos Superiores são precedidas por ordálias, que mortificam o espírito. Quem não aprende a sentir as grandes dores, mesmo que não sejam as suas, jamais ultrapassará a superfície.

- O homem superior encara de frente o que lhe aborrece, e, se é algo sério, faz de tudo para mudar a situação. Ele não é avestruz, que esconde a cabeça num buraco para não ver o que não gosta, nem um covarde, que foge da batalha.

- O homem incapaz de se aborrecer com a estultícia, com a crueldade, com o abuso, é um insensível egóico, egocêntrico, egoísta.

- Os espíritos superiores sempre se preocupam e se angustiam com a mera existência, procurando um nexo e uma resposta, até encontrá-la. A ciência não evoluiu porque homens "se afetaram levemente" com as coisas, mas porque mães e pais desesperadas pressionaram cientistas a descobrirem curas, pessoas desesperadas procuraram transcender o óbvio visível.

- Viver o "aqui e agora" faz com que as pessoas destruam seus lares, acabem com o futuro dos filhos, destruam nações e culturas. O homem superior não vive apenas para o instante, mas vive acima do tempo. Ele constrói não apenas para o prazer próprio, mas quer um mundo melhor para as crianças e os demais seres viventes que vivem no mesmo globo que ele. E, sim, a vida já vivida não é apenas vivida: ela deve servir de lição para tudo o que virá à frente.

- No amor maior não existe independência. NINGUÉM que teve filhos é independente. NINGUÉM que se une a outro é independente. Cito Éxupèry: "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas". E vou mais adiante: sou responsável por todas as crianças que estão ao meu redor, por todo aquele mais fraco que eu que está ao meu alcance proteger, por todos os seres da natureza. Amor é mútua dependência: dar e receber.

- Para que uma pessoa possa viver para curtir a vida, outra precisa arcar com todas as responsabilidades. Alguém mais vai cuidar dos filhos, do cachorro, do gato, dos empregados.

- É impossível ter auto-disciplina e ao mesmo tempo viver só para curtir a vida. A essência do herói não é ser bon vivant, mas ser alguém que se preocupa com os assuntos do mundo e sente dor pelos contrastes.

- Ao contrário do que se pensa, ninguém está satisfeito com a própria imagem, a menos que seja um egóico sem medida. Nem mesmo uma super model ou um garotão de capa de revista gosta de si mesmo.

- O homem superior é responsavel pelo mundo, não só por seu próprio mundinho ínfimo. E se as coisas não estão como devem, ele fará tudo a seu alcance para mudá-las.

- Só mentes estreitas nunca sentem tédio. Tédio é a inércia que vem antes do empurrão da criação. E se o homem está sempre ocupado, ele não tem tempo para ponderar, meditar, medir as situações e as opções de ação.

- Todo homem superior tem medo de falhar. Quem não tem medo é porque é burro demais para medir as possíveis consequências. Um herói não é aquele que não sentiu medo, mas o que continuou à frente apesar do medo.

- É preciso experienciar TODOS os sentimentos negativos para aprender a vencer.

- A síndrome de Pollyanna é uma mentira. O homem não está no mundo para ser feliz, mas para aprender a amar. Estamos em uma escola.

 
Dalva Agne Lynch
Enviado por Dalva Agne Lynch em 25/06/2007
Alterado em 01/05/2014
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Endereço da autora na REBRA