Dalva Agne Lynch (Sarah)

Site oficial

Textos


Versão em português abaixo da em inglês
 
 
To my Mother

© Sarah D.A. Lynch


Forgive me, Mother
From there where you see me

And I know you can see me
For I´ve just learned
With my void and silence
What it was for you to perish
In void and silence.
I wish I could bring roses
Great big white roses
To the foreign field where you rest!
But I don´t know where you rest
And I don´t know if you rest!
Please tell me, Mother…
Is there rest from the void
Rest from the emptiness?
Mummy, if there is
Please prepare me again the cradle!
And as you wait
Sing me softly…
I want so much
T
o rest...
Schlaf kinderlech, schlaf...
Schlaf kinderlech, schlaf...


fig: my mother and I

 
 
Versão em português:
 
 
Para minha Mãe

© Sarah D.A. Lynch


Perdoa-me, Mãe, de onde me olhas

E sei que me olhas
Porque acabo de aprender
Com meu vazio e silêncio
O que te foi morrer no vazio
E no silêncio...
Quisera poder levar-te rosas
Grandes rosas brancas
Ao solo estranho onde descansas!
Mas não sei onde descansas
E nem mesmo sei se descansas!
Dize-me, Mãe
Há descanso de onde me olhas?
Há descanso do vazio e do vácuo?
Se há, Mãezinha, por favor
Prepara-me outra vez o berço!
E enquanto me esperas
Canta-me suavemente
Eu quero tanto
Poder descansar...
Schlaf kinderlech, schlaf...
Schlaf kinderlech, schlaf...


fig: minha mãe e eu

 

 
Dalva Agne Lynch
Enviado por Dalva Agne Lynch em 05/05/2007
Alterado em 08/05/2016
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Endereço da autora na REBRA