Dalva Agne Lynch (Sarah)

Site oficial

Textos


Vertente

Em desafio eu indago
por que alguns nascem lago
e eu nasço vertente?
Há plantas e gente
na tranqüilidade do lago...
Eu sei que há, sim!
Mas não para mim.
Por destino carrasco
Nasci do penhasco.
E minha água de vida
verte, sofrida
da aridez...



Dalva Agne Lynch
Enviado por Dalva Agne Lynch em 04/05/2007
Alterado em 29/07/2010
Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Endereço da autora na REBRA