Sarah D A Lynch

Site oficial da escritora Dalva Agne Lynch

Textos


Ata Makshiv li
 
₢Dalva Agne Lynch



Tu me escutas, Amado meu
Quando Te falo. Estás atento
Às entrelinhas, as reticências
Aos parênteses e hifens e vírgulas.
Tu não Te importas, Amado meu
Se misturo as ideias, esqueço coisas
Repito-me e sou prolixa.
E Tu me escutas, Amado meu
Porque o que Te é importante
Não são as palavras proferidas
Ou como são elas proferidas
Mas sim o coração que as profere.
E não julgas, Amado meu
Por lisonjas ou favores
Por aparências de santidade
Por silêncios cheios de criticismo.
O que Te importa, Amado meu
É cada agradecimento
Cada aprendizado
Cada tentativa, mesmo se errada
Até que haja um acerto.
Como foi com Moshe no deserto
Tu me pedes que levante o cajado
Da Tua Torah Emet
E estenda a mão para as águas
Das turbulências e eventualidades
Dos vagalhões da indiferença
Sob o calor ardente das críticas.
E Tu me escutas, Amado meu
Quando Te falo.
 
 
 

 
Sarah D A Lynch
Enviado por Sarah D A Lynch em 05/06/2018
Alterado em 05/06/2018

Música: YEDIT NEFESH - AMADO DA MINHA ALMA - Tradicional Jewish Song

Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Endereço da autora na REBRA