Sarah D A Lynch

Site oficial da escritora Dalva Agne Lynch

Áudios

Retorno
Data: 26/01/2008
Créditos:
Retorno - poema de Dalva Agne Lynch, recitado pela autora
Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


(English version after the Portuguese one)
 
Retorno

₢Sarah D.A.Lynch


As águas se abriram
e fez-se um portal no infinito.
Cruzei-lhe os umbrais
coberta apenas de meus sonhos.
O resto
o peso das lembranças
o fardo das injustiças
os brinquedos quebrados
ficou lá
do outro lado do espelho.
Olho maravilhada minhas mãos
aquelas que dirigiram mundos
porque elas agora
sabem dirigir apenas
carícias.
Ah, como ascenderam!
E minha mente
antes tão cheia de conhecimento
agora apenas contempla.
E vejo na manhã um novo dia
no entardecer outro repouso
nos dias que passam
apenas dias que passam.
E ponho-me à janela
observando as rosas
e elas não me dizem nada.
Apenas exalam perfume.
Vejo os pássaros
e eles me são apenas pássaros.
E no espelho
não vejo mais anjo algum.
Vejo apenas
a mim.


ENGLISH VERSION

Returning


The waters were parted
and there was a portal in Infinity.
I crossed its threshold
covered only by my dreams.
All the rest
the weight of memories
the burden of injustice
the broken toys
remained there
on the other side of the mirror.
In wonder I behold my hands
which ´ve conducted worlds
and now conduct only
caresses.
Oh how have they ascended!
And my mind
before so full of knowledge
now only ponders.
And in the morning I see a new day
in the eventide another rest
in the passing days
only passing days.
And I stand by the window
observing the roses
and they tell me nothing.
They only exude their scent.
I see the birds
and they are just birds.
And in the mirror
I don´t see any angel.
I see only
myself.


 
Enviado por Sarah D A Lynch em 07/07/2007

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
Endereço da autora na REBRA